Linguamática

2 Agosto 2014

Está disponível o 1º número do 6º volume da revista Linguamática

Índice

Geração de Expressões de Referência em Ambientes Virtuais 
(Diego dos Santos Silva, Ivandre Paraboni)

Usando Grades de Entidades na Análise Automática de Coerência Local em Textos Científicos 
(Alison Rafael Polpeta Freitas, Valeria Delisandra Feltrim)

NERP-CRF: uma ferramenta para o reconhecimento de entidades nomeadas por meio de Conditional Random Fields 
(Daniela Oliveira F. do Amaral, Renata Vieira)

Realização de Previsões com Conteúdos Textuais em Português 
(Indira Gandi Mascarenhas de Brito, Bruno Martins)

PoNTE: apontando para corpos de aprendizes de tradução avançados  
(Diana Santos)

PDF Completo @ http://linguamatica.com/linguamatica-v6n1.pdf

Licença Creative Commons 

Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

“James Dixon, a surgeon who contributed many slips to the OED, was shocked when he came across references to “an article called a Cundum” —an older spelling of condom— which he glossed for James Murray as “a contrivance used by fornicators, to save themselves from a well-deserved clap; also by others who wish to enjoy copulation without the possibility of impregnation.” Disturbed by this “very obscene subject,” Dixon made the case that the word was “too utterly obscene” for inclusion in the dictionary. He got his way: the word condom was omitted from the first edition of the OED.
[…] led to the omission of some of the commonest words in the English language” – above all,  fuck and cunt. Both were studiously excluded from The Oxford English Dictionary until the supplement of 1972.”

Lynch, Jack (2009). The Lexicographer’s Dilemma: The Evolution of “Proper” English, from Shakespeare to South Park.  Walker Books, p. 157-158 [Kindle Edition].

Revista Diacrítica (Centro de Estudos Humanísticos; Universidade do Minho) na coleção SciELO Portugal.

Revista Diacrítica na coleção SciELO Portugal

Publicação de

Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho
versão impressa ISSN 0807-8967

Missão

A Revista Diacrítica é o periódico oficial do Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho, subdividido em três volumes distintos que preconizam as linhas de ação do Centro de Investigação que lhe é base: Ciências da Literatura, Ciências da Linguagem e Filosofia e Cultura. Submetido a um rigoroso sistema de arbitragem científica e com manifestação internacional, este periódico tem como principal objetivo publicar e divulgar investigação de excelência, tanto nacional como internacional, no seguimento das suas linhas de ação, acolhendo propostas de publicação de colaboradores internos e externos ao CEHUM que se enquadrem nos seus domínios de estudos.

 

http://www.scielo.oces.mctes.pt/scielo.php?script=sci_serial&pid=0807-8967&nrm=iso&rep=&lng=pt

Guias informativos e temáticos sobre recursos bibliográficos e informações úteis de suporte às atividades académicas e de investigação.

Guias (in)formativos SDUM

Guias (in)formativos Serviços de Documentção da Universidade do Minho.

Repertorio lexical dicionarizado, contextualizado e exhaustivo do corpus da lírica profana galego-portuguesa, construído a partir do texto (revisado) das cantigas.

Glosario da poesía medieval profana galego-portuguesa (GLOSSA)

Responsável: Manuel Ferreiro (Universidade da Corunha)

Captura de tela 2014-06-11 16.06.30

Fred Martins estará, na sexta-feira dia 20 de junho, às 23 h., em Braga, na Velha-a-Branca, Estaleiro Cultural. Fred Martins na Velha-a-Branca

 

 

Fred Martins na Velha-a-Branca

I Colóquio EMLex em Lexicografia, organizado no âmbito do Mestrado Europeu em Lexicografia (EMLex)
Braga, 20 de março de 2014, das 9h45 às 16h00
Instituto de Letras e Ciências Humanas / Centro de Estudos Humanísticos
Universidade do Minho

PROGRAMA

09h45 | Sessão de abertura
10h00 | Alberto Simões (UMinho): “Candidate Term Extraction from Monolingual Corpora”
10h30 | Zita Hollós (Károli Gáspár University): “KOLLEX & Co. – deutsche korpus – und datenbankbasierte Kollokationslexika. Zukunkftsmusik?”
11h00 Coffee break
11h30 | Stefan Engelberg (Institut für Deutsche Sprache): “Recent developments in the ‘Lehnwortportal Deutsch’ – a dictionary portal that documents loanwords from German in other languages”
12h00 | Eva Buchi (Université de Lorraine): “What are etymological (and etymographical) units made of: vocables or lexemes?”
12h30 | Intervalo para almoço
14h30 | María José Domínguez (Universidade de Santiago de Compostela): “Why should valency dictionaries be developed today? Considerations from a lexicographical and user-oriented perspective”
15h00 | Carlos Valcárcel (Universidade de Vigo): “How do Galician college students use dictionaries today? The UsoDEU questionnaire as a data collection tool”
15h30 | Stefan Schierholz (FAU – Erlangen-Nürnberg): “Methods in Lexicography and dictionary research”

1st EMLex Colloquium on Lexicography

Por este rio acima

27 Fevereiro 2014

Musical do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga

POR ESTE RIO ACIMA

28 de Fevereiro e 1 de Março, sexta e sábado.
“Na XII edição do projeto que o Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga quer levar “a bom porto”, há uma viragem de rota com a aposta num espetáculo em língua portuguesa, ao escolher-se o álbum “Por este rio acima”, do Fausto. Baseado nas viagens de Fernão Mendes Pinto, relatadas na sua obra “Peregrinação”, o conteúdo remonta-nos às aventuras da expansão e da música tradicional portuguesa. É um novo e grande desafio para os alunos do conservatório que, tal como os marinheiros de outrora, conseguirão ultrapassar todas as dificuldades e ter sucesso em mais uma viagem”.
ANA MARIA CALDEIRA (via Theatro Circo)

28 Fevereiro, SEX, 21,30
01 Março, SÁB, 21,30

Imagem: Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga

2014-poresterioacima-cartaz-web

O Crânio de Castelao

27 Fevereiro 2014

Lançamento do livro O crânio de Castelao

Local: Biblioteca Geral da Universidade do Minho, Campus de Gualtar, Braga
Dia: 27 de Fevereiro de 2014
Hora: 18h

Na sessão de apresentação do livro na Universidade do Minho estarão os autores Carlos Quiroga (coordenador do livro), Miguel R. Penas, Xemma Tendim, Montse Dopico e Quico Cadaval.

Organização:
Centro de Estudos Galegos
Área de Estudos Espanhóis e Hispano-Americanos
Instituto de Letras e Ciências Humanas
Universidade do Minho.

O Crânio de Castelao, na imperdível.net (13 €)

___________________

o-cranio-de-castelao-250x355

“Romance policial cuja ação se desenvolve em torno ao roubo da caveira de Castelao do Panteão de Galegos Ilustres e que leva o protagonista a uma viagem por quatro continentes na procura da “relíquia” desaparecida. Projeto que nasceu no encontro internacional Galego no Mundo. Latim em pó que decorreu em Santiago de Compostela inserido na programação da Capital Europeia da Cultura no ano 2000.

Depois de o Catedrático de Medicina, o Professor F., envolver o seu discípulo na procura do crânio de Castelao roubado do Panteão de Galegos Ilustres em Compostela, começam uma série de peripécias escritas por Carlos Quiroga (Galiza), Miguel Miranda (Portugal), Antón Lopo (Galiza), Bernardo Ajzenberg (Brasil), Suso de Toro (Galiza), Germano Almeida (Cabo Verde), Quico Cadaval (Galiza), Possidónio Cachapa (Portugal), Xavier Queipo (Galiza), Luís Cardoso (Timor) e Xurxo Souto (Galiza), que levaram o protagonista aos lugares mais inesperados.

Na tarde do 13 de Maio Santiago de Compostela estava já primaveril. Para o lado do Centro de Arte Contemporânea o Parque de Bonaval irradiava a calma do fim de semana, com isolados e vagarosos visitantes. Pelas vidraças baixas do edifício de Álvaro Siza entrava uma luz nimbada que deixava na atmosfera do bar um sossego quente. Na mesa do canto estava sentado P. desde as 17:00 h., com alguma ansiedade mal dissimulada. Aguardava alguém. O Catedrático de Medicina, o Professor F., “orientador” da sua tese de doutoramento, tinha deixado para ele uma mensagem para encontrar-se naquele lugar. E P. consumira um café com impaciência, tratando de imaginar que podia querer o velho catedrático, sem alcançar uma explicação para o motivo da cita nem para a escolha precisamente do Museu.”

Texto e imagem: Através|Editora

Música para Pessoa

30 Janeiro 2014

Cuando los elefantes sueñan con la música – Música para Pessoa – 30/01/14

Poemas de Fernando Pessoa musicados por fadistas e músicos brasileiros: ‘Há uma música do povo’ (Mariza), ‘Houve um ritmo no meu sono’ (Carminho), ‘Olha-me rindo uma criança’ (Ricardo Ribeiro), ‘Tua voz fala amorosa’ (Débora Rodrigues), ‘Cai chuva do céu cinzento’ (Mafalda Arnauth), ‘Dança de mágoas’ (Mísia), ‘Na ribeira deste rio’ (Paulo Bragança), ‘Na ribeira deste rio’ (Mônica Salmaso, Dori Caymmi), ‘Cavaleiro Monge’ (Antonio Carlos Jobim), ‘Cavaleiro monge’ (Mariza), ‘Emissário de um rei desconhecido’ (Eugenia Melo e Castro com Toninho Horta), ‘Passagem das horas’ (Marco Nanini) e ‘Cruzou por mim, veio ter comigo, numa rua da Baixa’ (Jô Soares).

No Podcast  Cuando los elefantes sueñan con la música – Música para Pessoa – 30/01/14

Texto e imagem: Cuando los elefantes sueñan con la música

%d bloggers like this: