Português no Prato é um curso on-line de língua portuguesa destinado aos profissionais do sector turístico e da hotelaria da Galiza.

O curso é gratuito e dá direito a um título emitido pela Consellería de Cultura e Turismo da Junta da Galiza e pela Universidade de Santiago de Compostela.

Prazo de inscrição: de 12 de dezembro até ao dia 8 de janeiro. Número de inscrições limitadas

O curso começa oficialmente no dia 9 de janeiro e finaliza a 17 de fevereiro.

“… Os turistas portugueses são os estrangeiros que mais visitam a Galiza e a Espanha é, em aumento, o destino principal do turismo procedente de Portugal. Não só, a Espanha é o 4º destino mundial do turismo do Brasil, um país emergente que ocupa neste momento o sétimo lugar nas economias mundiais. Para além do mais, a cidade de Santiago de Compostela é um dos destinos preferentes do país com maior número de católicos do mundo.

… Entre a(s) língua(s) que possuímos e as que queremos aprender há uma distância objetiva que temos que percorrer. Neste sentido, os galegos e as galegas temos uma vantagem competitiva no contexto espanhol a respeito da língua portuguesa: com o mesmo investimento, os resultados são muito mais satisfatórios.”
de Português no Prato

Anúncios

Se quiser comprar, para o meu kindle, a tradução espanhola de Go the fuck to sleep, de Adam Mansbach, só posso fazê-lo na  Amazon.com , porque, devido a incompreensíveis (para mim) restrições geográficas, na  Amazon.es só está disponível para residentes em Espanha:

Para além de que preferiria pagar os impostos neste lado do Atlântico, na Amazon.com tenho que pagar 10 % mais caro:

¡Duérmete ya, joder! [Edición Kindle]
Adam Mansbach (Autor), LAURA; MANERO JIMENEZ (Traductor)
Precio Kindle: EUR 6,64


¡Duérmete ya, joder! (Spanish Edition) [Kindle Edition]
Adam Mansbach (Author), LAURA; MANERO JIMENEZ (Translator)
Kindle Price: $9.45

Já agora: Num dos blogs de José António Millán pode dar uma vista de olhos às diferentes traduções do “livro infantil para adultos” Go the fuck to sleep, de Adam Mansbach. Foi daí que tirei a imagem da capa da edição portuguesa Vai Dormir, F*da-se  (Arte Plural Edições):

%d bloggers like this: