800px-Perclimenes_imperator_(Emperor_shrimp)_on_Bohadschia_argus_(Sea_cucumber)Imagem do dia 22 de Maio de 2009 da Wikimedia Commons:

Decapoda da espécie Periclimenes imperator sobre um pepino-do-mar (Bohadschia argus).

Autor: Nhobgood Nick Hobgood.

Req180px-Copyrightuisitei um livro na biblioteca. 

No verso da página de rosto (na página de copyright) figura a seguinte advertência:

 

“Todos los derechos reservados. Bajo las sanciones establecidas  en las leyes, queda rigurosamente prohibida, sin autorización escrita de los titulares del copyright, la reproducción total o parcial de esta obra por cualquier medio o procedimiento, comprendidos la reprografía y el tratamiento informático, así como la distribución de ejemplares mediante alquiler o préstamo públicos”  [sublinhado meu]

 

 

Está a biblioteca a cometer alguma ilegalidade ao incluir o livro no sistema de empréstimos?

 

Imagem: Símbolo do copyright “©”, em Wikipédia > Direito autoral

Adeus, Mario Benedetti

18 Maio 2009

200px-Mario_BenedettiMario Benedetti (14 de setembro de 1920 – 17 de maio de 2009), poeta, escritor e ensaísta uruguaio.

“Desmitifiquemos la Via Lactea”

ACTUALIZAÇÃO:

“Cierro los ojos para disuadirme. / Ahora no es, no puede ser la muerte.”

Mario Benedetti (1948-1959) Solo Mientras Tanto.

Foto: Mario Benedetti en 1983 (Wikipepia > Mario Benedetti)

Imagem 3

A banda inglesa Coldplay oferece para descarregar grátis Left RighLeft RighLeft, directamente neste link,  como forma de agradecimiento aos seus seguidores.

Via Denken Über > Coldplay en vivo y para descargar gratis de forma oficial

495px-Polished_slice_of_petrified_wood

Imagem do dia 15 de Maio de 2009 da Wikimedia Commons:

Pedaço polido de madeira petrificada do Arizona, EUA.

Autor:  Michael Gäbler

Final de “Copa” entre o Barcelona (catalães) e o Athletic de Bilbao (bascos) em Valência:

1. O sistema de altifalantes do estádio emite o hino de Espanha;

2. Vaia dos aficionados das duas equipas;

3. Televisión Española aproveita o momento para fazer uma ligação ao estádio de San Mamés (Bilbao) e a um hotel barcelonês e não transmite o protesto das bancadas;

4.No fim da primeira parte, TVE emite imagens do momento, mas com o som do hino em diferido, sem se ouvir os protestos, e com imagens seleccionadas:”los jugadores, y algún plano corto de aficionados escogidos: uno del Athletic, con la mano en el corazón” (Público.es): “uma gravação censurada” (ElPais.com)

5. TVE divulga um comunicado a desculpar-se: “El ente público divulgó poco después un comunicado en el que pidió perdón y achacó a un error humano el supuesto fallo técnico. Dicho fallo, explicó la cadena, “se intento subsanar emitiéndolo íntegramente en el descanso. La dirección de TVE pide disculpas por este hecho”. (ElPaís.com) [os sublinhados são meus].

Sem mais comentários…

Fontes:

El Pais.com > TVE emite en diferido el himno de España

 Público.es > La noche del himno en diferido

ouvir radio online

12 Maio 2009

Em  omnis persuasio carcer est >  Algumas alternativas para rádios online gratuitas (via Bring back the free last.fm > Last.fm alternatives?) podemos encontrar algumas opções para continuar a ouvir radio online gratuitamente:

http://listen.grooveshark.com/

http://www.deezer.com/

http://www.imeem.com/

http://www.finetune.com/

http://www.esnips.com/

http://musicovery.com/

http://shoutcast.com

http://somafm.com/

Grooveshark

10 Maio 2009

Imagem 2

Num post no Twitter da Patrícia (obrigado, Patrícia) descubro  Grooveshark,  um bom substituto do Last.fm (lamento, mas detesto estratégias tipo “passador”: primeiro de graça e depois de te viciares, paga).

Parece interessante.

 

Em 1790, a lei parecia-se com isto:

 

Publicar

Transformar

Comercial

©

Livre

Não-comercial

Livre

Livre

No fim do século dezenove, a lei mudou para isto:

 

Publicar

Transformar

Comercial

©

©

Não-comercial

Livre

Livre

, em 1975, quando as máquinas de fotocópia tornaram-se comuns, nós podemos dizer que a lei passou a parecer-se algo assim:

 

Publicar

Transformar

Comercial

©

©

Não-comercial

© / Livre

Livre

as conseqüências do surgimento das tecnologias digitais, principalmente no contexto das redes digitais, significou a mudança da lei para algo assim:

 

Publicar

Transformar

Comercial

©

©

Não-comercial

©

©

 

Lawrence Lessig (2004) Cultura Livre; p. 153-154 (tradução de Fábio Emilio Costa)

versão original: Free Culture 

Criatividade

6 Maio 2009

180px-snowwhite2“Disney sempre foi uma copiadora dos recursos mais importantes dos principais filmes de seu tempo. E assim ele fez muitos outros. Os primeiros desenhos animados eram cheios de plágios, de variações de temas interessantes e de novas versões de histórias antigas. A chave para o sucesso estava na magnitude das diferenças. Com Disney, era o som que dava à animação seu brilho. Mais tarde, foi a qualidade do seu trabalho comparado aos desenhos animados produzidos em massa com os quais ele competia. Mesmo assim, essas adições foram construídas sobre uma base que foi copiada. Disney adicionou novidades ao trabalho de outros antes dele, criando algo completamente novo, de algo levemente antigo.

De fato, o catálogo da Disney está lotado de obras criadas a partir de histórias dos outros… Em todos esses casos, Disney (ou a empresa Disney, Inc.) pegavam a cultura que estava ao seu redor, misturavam-na com o seu próprio talento, e então colocavam essa mistura no âmago da sua cultura.
Essa é uma expressão da criatividade. Essa é uma criatividade da que devemos nos lembrar e celebrar. Existem aqueles que dizem que não existe criatividade que não seja desse tipo. Não precisamos ser tão radicais para reconhecer a sua importância. Nos podemos a chamar de “criatividade Disneyana”, mas isso poderia ser um pouco errôneo. Essa é, mais precisamente, uma “criatividade Waltdisneyana” — uma forma de expressão e genialidade que é construída sobre a cultura que existe ao nosso redor e a torna algo diferente.”

Lawrence Lessig (2004) Cultura Livre; p. 22-23 (versão original: Free Culture )

Imagem: Wikipédia > Cultura libre (libro)

%d bloggers like this: