Galego, português e castelhano

2 Março 2008

“E, milagres dos milagres, galegos e portugueses dizem uma frase destas: Isso é para comermos, se quiseres. É, gramaticalmente, uma frase única em todo o Universo.

[…] um galego, engenheiro agrónomo viguense, em diálogo com portugueses, escreveu esta frase não menos imortal: «Duas línguas que dizem da mesma maneira ‘Vai pró caralho, filho da puta’ têm necessariamente de ser a mesma».”

Fernando Venâncio: “Carta a Marina por causa do galego – 1”



Vale a pena ler as seis “Cartas a Marina por causa do galego”, publicadas pelo Prof. Fernando Venâncio, no Aspirina B.

Excelente série de textos que ajudam a perceber, deste lado sul do Minho, algumas coisas sobre o galego, o português, o galego-português, a castelhanização recente do galego e a castelhanização (menos recente) do português que, paradoxalmente, os afasta um do outro.

No Portal Galego da Língua podemos encontrar, para além de um bom resumo das 6 “cartas”, os links aos textos originais no Aspirina B e os mesmos textos em formato PDF.

Ligações aos originais (via Portal Galego da Língua):

Anúncios

2 Responses to “Galego, português e castelhano”

  1. Patrícia França Says:

    «Duas línguas que dizem da mesma maneira ‘[…], filho da puta’ têm necessariamente de ser a mesma»

    Pergunto-me o que diria disto um timorense.

  2. Álvaro Says:

    Mais uma razão para juntar a Galiza à CPLP!
    (já agora: eu também me pergunto o mesmo)


Os comentários estão fechados.

%d bloggers like this: