Migrar definitivamente para Ubuntu

24 Maio 2007

Nas próximas semanas acabarei o trabalho de muitos anos no novo Dicionário de Espanhol Português para a Porto Editora.

Quando o trabalho de revisão das provas estiver acabado, nada me impedirá migrar definitiva e permanente para o meu Ubuntu 7.04.

As características do meu portátil actual não permitem instalar uma máquina virtual para, eventualmente, aceder, com Windows, a alguns dous dicionários que não consegui abrir com o Wine (que, de qualquer maneira corre melhor nesta versão 7.10 do que na anterior Ubuntu 6.10).

Outras duas coisas me mantinham preso ao windows: a sincronização com a minha PDA e o meu iPod.

Quando tiver tempo espero resolver a primeira com algum tutorial. Quanto à segunda (o meu iPod e o iTunes, para descarregar e ouvir podcasts e música), a solução para isso foi magnífica. Chama-se Amarok e recomendo-o vivamente. Penso que também pode correr em Windows, mas também é mais uma razão para migrar para Ubuntu (os entusiastas do som, do vídeo, da imagem ou dos gráficos, talvez para o ubuntu studio).

Anúncios
%d bloggers like this: